LAUDE ANALISE DE GASES DE COMBUSTÃO - GERADOR

Laudo de Análise de Gases de Combustão - CALDEIRAS

( CO / CO2 / O2 / SO2 / SO / NO / NO2 / NOx / HC )

Laudo de Análise de Gases de Combustão - Geradores / Caldeiras

Definição do Laudo

O Laudo Técnico Pericial de Avaliação de Gases de Combustão - GERADORES e CALDEIRAS atendendo ANEXO ÚNICO do Decreto no 54.797 de 28/01/2014 para GERADORES e ANEXOS I ao V da Resolução CONAMA 382 de 26/12/2006 para CALDEIRAS, sendo realizados, aferições por equipamentos de Análise de Gases de Combustão por amostragem e Contador de Material Particulado, graduadas conforme a legislação do município onde se localiza a empresa solicitante, visando aferir índices de poluição emitidos ao meio ambiente.

 

O processo de emissão do laudo transcorre nas seguintes etapas:

 

1- TÓPICOS ESSENCIAIS DO LAUDO

Descrição do equipamento com classificação do seu estado de conservação em relação a:

  • Tipologia;

  • Utilização;

  • Idade;

  • Padrão construtivo;

  • Detalhamento do Equipamento;

 

2 –  PROCEDIMENTOS TÉCNICOS

 

2.1 – Procedimentos de Medições

  • Analisador de Gases de Combustão;

  • Medidor de gases selecionados em conformidade com legislação pertinente;

  • Medições de O2, CO, CO2, NO, NOx, SOx, SO2;

  • Medições de CO2 através de compensado de Hidrogênio com aumento de precisão;

  • Material Particulado / Medição através de Contador de Material Particulado Portátil;

 

2.2 - Parâmetros

1 - Medições de GERADORES são aferidos com parâmetros baseados nos limites de tolerâncias do ANEXO O ÚNICO do decreto 54.797 de 28/01/2014;

2 – Medições de CALDEIRAS são aferidos com parâmetros baseados nos limites de tolerâncias dos ANEXOS I ao V  da Resolução CONAMA 382 de 26/12/2006

 

3 – PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO LAUDO

  1. Critério adotado;

  2. Instrumental utilizado;

  3. Metodologia de avaliação;

  4. Descrição das condições de operação do Gerado e o tempo de emissão de gases;

  5. Resultado da avaliação quantitativa;

  6. Medidas para eliminação e/ou neutralização da insalubridade, quando houver;

  7. Insalubridade, quando constatada, indicando o grau de risco;

 

4 – DIAGNÓSTICO E GRAU DE RISCO

  1. ÍNDICE DE POLUIÇÃO ACEITÁVEL  / GRAU DE RISCO : BAIXO

  2. ÌNDICE DE POLUIÇÃO MODERADO / GRAU DE RISCO : MÉDIO

  3. ÌNDICE DE POLUIÇÃO PESADA / GRAU DE RISCO : ALTO

  4. Emissão de ART – Engenheiro de Segurança do Trabalho;

 

 5 – PROFISSIONAIS HABILITADOS

  • Engenheiro de Segurança do Trabalho;

  • Técnicos Especializados;

 

6 - PRAZO DE ENTREGA DO LAUDO TÉCNICO

1 – 3 dias úteis após PERÍCIA TÉCNICA;

  

7 - ÁREA DE ATUAÇÃO

  1. Visitas Técnicas são GRATUÍTAS dentro do perímetro urbano de São Paulo num raio de 30 km do centro da Capital; 

  2. Cidades fora do perímetro de Urbano de São Paulo, serão cobrados taxa de deslocamento no valor de R$ 1,50 / km Rodado ( ida e volta ) + Pedágios ou Passagem Aérea para Localidades Distantes + Alimentação + Hospedagem ( se necessário);

8 - CREDENCIAMENTO

CONPEJ – Conselho Nacional dos Peritos Judiciais da República Federativa do Brasil

Avenida Liberdade 21 / Conjunto 1008 / Liberdade / São Paulo / Capital / CEP 01503-000

PHONE: 011-3436-7121 / 3104-3815

9 - CONDIÇÕES DE PAGAMENTO:

Pessoa Jurídica: 15 Dias - Boleto Bancário ou 3X sem juros no Cartão

Pessoa Física: à vista ou 3X sem juros no Cartão

VISITANTE NÚMERO:

" Aprenda a viver dentro das suas possibilidades!  Buscar uma vida de Aparências, fora da sua realidade, somente, o leva para um abismo sem volta. Construa sua vida aos poucos, lutando a cada dia e extraindo dela  o que tem de melhor:   "SIMPLICIDADE  "  !!!!